Delegado Assis Ramos não está aguentando a pressão de ser prefeito de Imperatriz? Ou, é hora de descer do palanque

04:24


Será que o Delegado Assis Ramos não está "aguentando a pressão" de ser prefeito da segunda maior cidade do Estado? Sem nunca ter tido experiência antes com a gestão pública, Assis Ramos tem apresentado um grande despreparo no comando da Prefeitura de Imperatriz. Prestes a completar cem dias como prefeito, o delegado ainda não mostrou ao que veio. 

Imperatriz está totalmente esburacada, o sistema de saúde da cidade que já é estrangulado historicamente e complicado para ser administrado mesmo por experientes com gestão pública, já da sinais de piora. Assis Ramos tem se mostrado estressado, como no episodio em que de forma autoritária bateu boca com músicos que foram boicotados do carnaval. Assis Ramos preferiu repetir bandas, do que abrir espaço para os demais profissionais da música local.

O despreparo de Assis Ramos fica mais evidente porque mesmo tendo sido eleito "de graça", não desceu do palanque ainda. É um bate boca constante com o ex-prefeito Madeira. Em áudio que circula em grupos de WhatsApp da Imprensa da região tocantina, Assis Ramos aparece agindo como se não tivesse problemas maiores para resolver, em um bate boca infantil com o ex-prefeito Madeira, de que o ex-gestor não gosta de Delegado, de Promotor etc, em um debate que em nada beneficia a população. Se quiser descer do palanque já pode.

O próprio Madeira confessa que em nome da boa gestão de Imperatriz teve que fazer acordos que lhe custaram inclusive muitas criticas na classe política, a exemplo dos que fez com Jackson Lago, Roseana Sarney e Flávio Dino. Tudo para encontrar formas de administrar uma cidade com eficiência que os próprios recursos não suportam.

Se não estiver mesmo suportando a pressão, por que ao invés de está sempre em bate boca infantil com Madeira, Assis Ramos não o convida de forma cordial para consulta-lo sobre que caminhos seguir? O próprio Temer dialoga com Lula sobre questões importantes do País. Quem é então Assis Ramos para não calçar as sandálias da humildade?

Em uma análise mais sensata, e pela clara demonstração de falta de experiência, fica evidente que Assis Ramos se elegeu tão somente pela fama de delegado durão, combatente do crime - prometendo prender até secretários que fossem pegos em atos de corrupção, e que com base nisso e muito marketing conseguiu agregar votos em torno de si em um momento que a população se distancia cada vez mais dos chamados "políticos profissionais", devido aos escândalos de corrupção. 

Mas agora, a população de Imperatriz quer ver o gestor por trás da figura de delegado, que foi vendido na propaganda eleitoral.

Detalhe, eu mesmo já elogiei Assis Ramos no Blog quando esse buscou se encontrar com o governador Flávio Dino, naquele momento destaquei que inicialmente o Assis Prefeito demonstrava uma certa independência política. Mas tempos depois lá estava Assis Ramos com quem realmente comanda os seus passos na política, o senador João Alberto, que em 2018 quer a massa eleitoral de Assis para seus projetos pessoais. Assis Ramos a terá?

Deixar de administrar uma delegacia para administrar uma cidade é uma grande responsabilidade. De qualquer forma, é hora de descer do palanque Assis Ramos. 

Leia Também:

1 comentários

  1. Era bom se mostrasse uma matéria de Açailândia também, seria interessante. pelo oque eu vejo, esta todo mundo calado.

    ResponderExcluir