11 de julho de 2017

Com pré-candidatos fracos, Governador Flávio Dino caminha para reeleição em 2018

Postado por       Nenhum comentário:
 
O Governador Flávio Dino (PCdoB) tem dito a aliados mais próximos que está tranquilo quanto as eleições 2018, tem dito que as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado o qualifica para uma reeleição tranquila ao comando do executivo estadual. Mas não é apenas o trabalho desenvolvido até aqui que contribuí para este fato.

Os pré-candidatos colocados até agora são fracos do ponto de vista eleitoral. Por exemplo, o Senador Roberto Rocha (PSB) tem mandato garantido até 2022, por tanto, mesmo alardeando que é candidato a governador, Roberto Rocha não deixa escapar oportunidade de se aproximar do Governador Flávio Dino, analistas políticos defendem que Rocha pressiona para ser chamado e ocupar espaço no barco comunista. Para além disso, Roberto conta com uma rejeição grande e fica atrás nas pesquisas até mesmo de Maura Jorge.

Aliás a ex-prefeita e presidente estadual do "novo" Podemos, Maura Jorge, tem feito alguns pequenos atos em pequenas cidades, como na região tocantina, onde quase sempre consegue reunir alguns poucos vereadores. Para além disso, está até o momento isolada partidariamente, não contando com o expresso apoio de qualquer outra sigla, a não ser a própria.

Já o Deputado Estadual Eduardo Braide, que aparece pontuando bem nas pesquisas para Governo do Estado, principalmente  em São Luis, foge do assunto sempre que questionado. É fato que Braide teve expressiva votação quando concorreu a prefeitura da capital em 2016, mas não é que se possa dizer que todos aqueles votos são seu, a época, o prefeito Edivaldo Holanda enfrentava grande rejeição, e nos debates Braide escolheu os pontos mais fracos, até mesmo por ser oposição, o que sempre beneficia quem fica contra um governo rejeitado pelo povo. Seus votos foram de revolta.

Mas Braide tem aproveitado a lembrança de seu nome para ser candidato a Deputado Federal, deixando a Assembleia Legislativa. Evita confirmar se é candidato ao Governo do Estado para não frustrar os eleitores quando declarar que de fato é candidato a Câmara Federal, e com isso perder votos. Também evita dizer claramente o que quer para não ter seu nome esquecido, afinal, sabe que as Eleições 2018 serão extremamente diferentes de 2016.

O Grupo Sarney só tem o nome da ex-governadora Roseana Sarney para a disputa, mas ela mesmo não ocupa qualquer espaço na mídia (nem mesmo nos meios de comunicação da família) em que chame para si os eleitores que discordam hoje do atual governo. Essa demora em definir se é ou não candidata, faz com que lideranças busquem o Governador Flávio Dino.

E mesmo o chefe do executivo estadual afirmando que ainda não está fazendo política, isso fica claro com o anuncio, por exemplo, da chegada do PRB a base do governo. Dino, por tanto, sabe que tem uma situação favorável, tanto que tem se dado ao luxo de rejeitar proposta para ser candidato em chapa presidencial como vice de Lula. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Blog do Maicon Sousa - Credibilidade e Agilidade All Right Reserved
Designed by OddThemes - Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger